Visita para poderes saber mais sobre mim ;)

domingo, 7 de maio de 2017

Libido nas alturas: dicas práticas para turbinar a vontade de transar

Queda da libido? A vida sexual de todos tem altos e baixos – pode pôr a culpa no estresse, nos hormônios... Apesar de não ser o fim, o mundo fica menos divertido. Não esquenta: descubra o que fazer para reacender o desejo agora

Perder o interesse sexual é mais comum do que você imagina. Vamos ser honestas aqui, miga: trabalho demais, sono de menos, crianças, trânsito, compromisso... e a libido desaparece. Sem pânico! Há diversas maneiras de reverter a situação. Para isso, especialistas dão dicas de como fazer as paredes voltarem a tremer.
New Girl

1. Afaste os móveis da sala e... dance!

Isso mesmo. Dançar é um ótimo exercício físico e ainda ajuda a melhorar a autoestima, o que a deixa mais segura entre os lençóis. A psicóloga Susan Quilliam aconselha: “Procure uma atividade que a deixe entusiasmada a ponto de querer repetir sempre – como a dança”. Mexer o corpo e rebolar até o chão vai fazê-la se reconectar com seu corpo e a se sentir mais sexy. Além de tonificar o corpo, é uma boa pedida para a coordenação motora. Por que não tentar stiletto? Inspirado na coreografia de grandes divas (do naipe de Beyoncé), desenvolve a postura e a autoconfiança, já que os movimentos são sensuais e em cima do salto.

2. Tenha uma boa noite de sono

Fazer sexo é a última coisa que você pensa ao entrar no quarto quando está cansada. Se é conhecida por ficar acordada até tarde (assistindo séries no Netflix ou no feed do Instagram), está na hora de mudar esses hábitos. Faça o possível para dormir oito horas seguidas: conte carneirinhos e deixe o celular em outro cômodo da casa – qualquer coisa que melhore o sono durante a noite traz mais energia para você gastar no rala e rola.
Lilo & Sticht

3. Reduza o estresse

Ele nunca é um bom amigo. A preocupação constante pode trazer problemas de memória e até depressão. “Altos níveis de estresse não impactam apenas a qualidade do descanso, mas também a vida sexual, que fica em segundo plano”, alerta Susan. “Desligue-se de tudo ao redor, da pressão e dos problemas. Você irá sentir muito mais sensações do que se estiver no automático”. Exercícios podem ajuda-la nesta tarefa, assim como meditação.

4. Não tenha pressa

“Um estudo recente da Durex Embrace [marca de lubrificantes e camisinhas] mostrou que dois terços dos entrevistados afirmaram que as tarefas diárias em casa e com a família acabam com seu tempo para momentos íntimos. Então crie oportunidades! Faça uma agenda de horários se necessário”, aconselha Susan.

5. Aula de química e física

Sem conexão física, a intimidade sexual é próxima de zero. Pequenos gestos como beijos no pescoço, ficar de mãos dadas enquanto estão juntos e dormir sem roupa ajudam a reforçar a intimidade de vocês.

6. São muitas emoções

A chave para um relacionamento saudável é a conexão emocional. “Com mais intimidade emocional, o sexo vai para um outro nível”, diz Susan. Se vocês se distanciarem emocionalmente, é muito provável que o desejo também diminua. Garanta que o elo entre vocês esteja forte: conversem, compartilhem preocupações e sonhos.

7. Pare de se preocupar com seu corpo

Celulite? Seios pequenos? Está na hora de deixar a ditadura dos padrões estéticos que a sociedade nos impõe pra lá e se amar como você é! Quanto mais você se aceita, mais segura e confiante fica – o que, certamente, vai dar um up na libido.

8. Massagem

Considere comprar óleos de massagem como um investimento para um sexo melhor. Massagear um ao outro vai deixá-los mais em contato com a energia sexual de vocês. Susan Quilliam sugere uma sessão relaxante uma vez por semana: você e o(a) parceiro(a) trocam massagens, com uma música de fundo.
Gatinhos massagem

9. Foco nas preliminares

Massagem corporal, sexo oral e segurar o orgasmo são ótimas ferramentas para lembrar sua libido que o quão bom sexo é. Quando o clímax chegar, vai ser como soltar fogos de artifício.

10. Traga novidades

Um estudo da Universidade Ruttger (EUA) reforça que novidades incentivam o desejo, e, consequentemente, aumentam a atividade sexual. “Tente posições diferentes, cenários e locais”, diz Susan.” Conversem sobre suas posições favoritas e quais gostariam de tentar, mas nunca fizeram”. Sexo anal? De quatro? Pense fora da caixa!

11. Seja mais egoísta

Pare de ficar pensando em como satisfazer o outro o tempo todo. Se tudo o que faz é para dar prazer à companhia, você acaba deixando de lado suas próprias exigências, o que eventualmente pode frustrar seu desejo sexual. É muito fácil cair no hábito de passar por cima dos seus desejos e focar no prazer do(a) parceiro(a). Mas, se não isso não a satisfaz, naturalmente vai perder o interesse pelo sexo. Diga a ele(a) sobre suas preferências e foque em se realizar ao menos 90% do tempo do sexo.

12. Terapias alternativas

Pouco disseminada, a aromaterapia pode estimular naturalmente seu apetite sexual. “A vida moderna pode levar a uma falta de desejo. Os aromas podem ajudar de maneira efetiva a estimular sua libido”, diz Joanna Metcalfe, aroma terapeuta holística. Esse conceito não é algo novo. “A história diz que óleos essenciais são usados há mais de mil anos para fins eróticos”. Óleos de Jasmim, ylang-ylang e sândalo são cientificamente conhecidos por seu poder afrodisíaco. Adicione algumas gotas (poucas: três, no máximo) na esponja de banho ou diluído no creme corporal e faça o teste.

13. Leia mais livros eróticos

Até 50 Tons de Cinza virar fenômeno, havia bem menos burburinho sobre livros/filmes eróticos. Por que não se abrir para essa possibilidade? O site de pequenos contos Frolicme.com (em inglês) promete estimular seus sentidos de todas as maneiras possíveis – incluindo o sexual.
Olivia Wilde

14. Ômega 3

Que ele ajuda na saúde, você talvez já saiba. Mas na libido? Pois é. Encontrado em salmão, sementes de abóbora e nozes, esse tipo de gordura “do bem” ajuda também na produção de hormônios sexuais. “Ômega 3 é um herói multitarefas, melhora o humor e balanceia os níveis hormonais. Como uma gordura ‘boa’, evitar o acúmulo de placas nas artérias beneficiando a circulação sanguínea e estimulando a resposta sexual”, afirma a nutricionista britânica Shona Wilkonson.

15. Coma mais pimenta

Especiarias, como a pimenta, não servem apenas para dar mais sabor aos alimentos – são ótimos afrodisíacos também. “O chilli contém uma substância chamada capsaicina, o que estimula os batimentos cardíacos e o aumento do fluxo sanguíneo, o que, por sua vez, acende o desejo sexual”, afirma a nutricionista Linda O´Byrne, da Atkins no Reino Unido.

16. Ostras

Ainda no prato, aposte nas ostras. “Elas são ricas em proteína e zinco, nutrientes que estimulam a produção de testosterona – independente do gênero – o que impulsiona a libido”, diz Linda.

17. Sua amiga, vitamina B

Fique de olho nos seus níveis de vitamina B: elas impactam na saúde dos órgãos sexuais. “A deficiência de vitamina B pode causar letargia e fadiga, o que significa mais sono, menos sexo”, alerta Shona. Para uma boa dose do nutriente, inclua no cardápio banana ou ovos no café da manhã.

18. Aceita mais uma dose?

Fique atenta ao seu consumo de álcool. Muitas pessoas afirmam que, com alguns drinks, ficam mais relaxadas e têm uma performance melhor. Pode até ser verdade, mas o excesso não é nada afrodisíaco. Bebida alcoólica demais diminui a lubrificação vaginal e dificulta a chegada ao orgasmo. Como regra, evite doses superiores a três taças da vinho, por exemplo.

Sem comentários:

Enviar um comentário