Visita para poderes saber mais sobre mim ;)

domingo, 28 de maio de 2017

Por que as pessoas sempre fazem sexo à noite?



A verdade é que a maioria das pessoas trabalha e faz suas atividades cotidianas ao longo do dia e dorme à noite, por isso o sexo fica para esse horário e é também por isso que a expressão “dormir com alguém” virou sinônimo de fazer sexo.
O fato aqui, é que sexo e dormir são coisas relacionadas no comportamento humano, embora ainda não saibamos com certeza por que uma coisa tem a ver com a outra.
Não há explicação suficiente para nos revelar porque é biologicamente melhor deixar a hora do sexo coincidir com a hora que vamos deitar e dormir. Em caso de infidelidade, no entanto, as pessoas conseguem ser mais flexíveis em relação ao horário no qual fazem sexo, por motivos óbvios.
Publicidade

Tá, mas e daí?

O fato é que, de acordo com um artigo publicado no Psychology Today, a maioria dos relacionamentos sexuais conjugais acontece mesmo um pouco antes de o casal dormir, à noite – em questão de horário, mais de 50% dos casais fazem sexo entre às 22h e às 02h, e isso vale até mesmo para os finais de semana, nos mostrando que nossa rotina de trabalho tem um papel realmente importante na forma como esquematizamos a vida.
As pesquisas sobre o tema nos mostram o que já era de se esperar: pessoas casadas fazem sexo à noite também porque é quando estão juntas, disponíveis uma para a outra, depois de um longo dia de trabalho. As relações sexuais entre pessoas casadas são muito mais comuns à noite do que pela manhã.

Tem mais

Em termos fisiológicos, acredita-se que humanos dormem depois de fazer sexo para que a reprodução seja mais facilitada, uma vez que, em relacionamentos entre pessoas cis e heterossexuais, a mulher permanece deitada, evitando o trabalho da gravidade e ficando com o sêmen em seu corpo por mais tempo, que é o que alguns especialistas acreditam ser uma forma de aumentar as chances de gravidez, assim como a intimidade do casal, que permanece junto depois do sexo.
Dormir junto, aliás, é uma maneira de estreitar ainda mais a relação do casal e de aumentar a intimidade, principalmente se os dois dormem abraçados e se trocam carinhos. Em termos evolutivos, lembramos que dormir abraçado é uma forma de reter calor, o que é de grande valia em períodos frios e possivelmente já garantiu a sobrevivência de nossos ancestrais.
Da mesma forma, duas pessoas que dormem juntas conseguem detectar melhor os riscos de ameaça durante a noite – ou seja: a conchinha pode ser, na verdade, uma herança de nossos antepassados.

Conchinha é amor

Quando dormimos de conchinha, nosso corpo produz o hormônio ocitocina, conhecido por melhorar o relacionamento entre as pessoas e estreitar os laços – esse hormônio é conhecido também por estreitar o afeto entre mãe e bebê e isso vale para outros mamíferos, como a ratazana.
Pensar em todos esses pontos certamente nos ajuda a entender por que as pessoas, instintivamente, preferem fazer sexo na hora de dormir. Assim, elas terminam o dia bem e aproveitam para estreitar os laços com a pessoa com a qual estão casadas – sem falar que para os casais que buscam ter filhos, as chances de concepção parecem ser mais altas. 

Sem comentários:

Enviar um comentário